4 de outubro de 2011

Tarte de maracujá, côco e romã

Uma tarte bem Outonal mas com sabores tropicais e frescos, bem precisos neste Outono quente!! Assim que vi esta receita no blogue da Babette decidi que tinha de experimentar esta maravilha e não me enganei, é mesmo muito boa! Fiz no entanto algumas adaptações, uma boas outras más, ao contrário do que a Babette muito bem fez, eu decidi colocar as sementes dos maracujás e é a única coisa que irei alterar quando repetir esta maravilha! Comem-se bem mas acabam por ser em demasia e estragam a delícia e prazer de saborear sem trincar uma semente! Outra coisa que alterei foi a cobertura, em vez de queijo-creme coloquei natas e desta alteração não me arrependo! Por fim acrescentei romãs que adoro, foi o toque final.
A receita é muito fácil de fazer, muito prática também.
Ingredientes: 4 ovos, ¾ de uma chávena de açúcar, 80 gr de margarina s/ sal amolecida, 60 gr de amêndoas moídas, 1 chávena de côco, 1 chávena de polpa de maracujá (sem sementes), 1 chávena de leite, ½ chávena de farinha; 
Para a cobertura: Natas, polpa de maracujá e romãs.

Juntar todos os ingredientes num liquidificador e misturar tudo muito bem. Colocar o preparado numa forma de tarte (sem fundo amovível) previamente untada com margarina. Levar ao forno pré-aquecido a 170ºC durante cerca de 50 minutos até ficar dourada. Colocar num prato de servir e quando estiver fria cobrir com as natas batidas e levar ao frigorífico. Na hora de servir cobrem-se as natas com a polpa de maracujá e as romãs. Uma delícia!
E depois de um belo almoço de domingo fomos até à praia, para um último mergulho de 2011, ou talvez não! Com este tempo ainda vamos voltar de certeza à praia!

5 comentários:

  1. É mesmo boa, não é? Concordo que sementes a mais podem prejudicar um pouco a textura. Quanto às natas, foi uma boa sugestão certamente. Nisto das receitas conseguimos sempre tirar ou acrescentar um ponto. Bom que assim seja.
    Um beijo e continuação de bons mergulhos (pelo menos assim parece querer continuar...)
    Babette

    ResponderEliminar
  2. Muito colorida e com óptimo aspecto. :)

    ResponderEliminar
  3. Babette, é MUITO boa, quero ver se faço novamente sem as grainhas pois adorei a textura e sabor da tarte. Hoje foram mais alguns mergulhos, a água do mar aqui no Porto está maravilhosa. Beijinhos

    Maggie, obrigado pela visita ao Paraíso!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Respostas
    1. Obrigado pela visita ao Paraíso!!
      Ainda recentemente fiz esta tarte para um almoço de domingo em casa dos meus pais, e sem as grainhas fica bem melhor!
      Beijinhos.

      Eliminar

Muito obrigada pela visita ao Paraíso, retribuirei assim que puder.

Até breve!