23 de maio de 2018

1 ano de muito amor ♥

Um ano que passou tão rápido mas vivido intensamente com muito amor, um amor que veio preencher ainda mais as nossas vidas e o nosso coração.
Assim cresce todos os dias a Vida no Paraíso, e estamos muito gratos pelas nossas princesas lindas, que são a nossa alegria e razão de viver.

22 de maio de 2018

Lasanha de Salmão Fumado

Adoro salmão fumado, sempre que encontro em promoção não deixo escapar e aqui fica registada mais uma receita a juntar a outras que costumo fazer cá por casa com este ingrediente fantástico. Esta receita serve 2 pessoas.

ingredientes {200 g salmão fumado em fatias, placas de lasanha pronta a ir ao forno ou fresca qb, 40 g de margarina, 1 alho francês, ½ limão, 2 colheres de sopa de farinha, 500 ml leite, noz moscada qb, sal qb, pimenta qb, 100 g queijo ralado, cebolinho para decorar}

Começar por ligar o forno a 200 graus.
Num tacho colocar em lume brando a margarina e adicionar o alho francês cortado em rodelas finas, deixar cozinhar.
Entretanto tempere o salmão com o sumo do limão e pimenta acabada de moer.
Ao alho francês juntar a farinha, mexer muito bem e adicionar aos poucos o leite mexendo sempre até engrossar. No fim tempere com sal, pimenta e noz moscada a gosto.
Numa travessa untada colocar no fundo as placas de lasanha, cobrir com uma camada de molho de alho francês e por cima colocar algumas fatias de salmão. Repetir o processo terminando com uma camada de molho.
Polvilhe com uma generosa camada de queijo ralado e leve ao forno por cerca de 30 minutos.
Bom apetite!

14 de dezembro de 2017

Bolo de Chocolate com avelãs

Um bolo de chocolate de comer e chorar por mais, impossível resistir para quem como eu adora a combinação de chocolate preto e avelãs.
A receita do bolo é a mesma de sempre, apenas adicionei as avelãs à cobertura!

30 de novembro de 2017

Acendalhas Ecológicas

Uma ideia que experimentei e recomendo a todos, aproveitar rolhas usadas para mais tarde usar como acendalhas, em lareiras ou barbecue.
É muito fácil de fazer basta ir juntando as rolhas num frasco de vidro e depois encher com álcool etílico (não convém encher muito o frasco com rolhas porque elas depois absorvem o álcool, incham bastante e precisam de espaço). Tapar bem o frasco e deixar as rolhas no álcool no mínimo um mês.
Funcionam na perfeição, ficam em combustão durante muito tempo, melhor que muitas acendalhas que se compram no supermercado.

19 de outubro de 2017

A melhor marmelada e geleia ♥

Quem tem uma irmã que faz docinhos tão bons tem tudo!!! E eu sou uma privilegiada pois sou sempre a primeira a provar as delícias da Nata dos Doces, como esta marmelada e geleia de marmelo deliciosas!
Se quiserem também podem provar, é só encomendar! Visitem a página e deliciem-se!!!

28 de setembro de 2017

a primeira sopa aos 4 meses

Mais uma etapa que começou, aos 4 meses a primeira sopa, o clássico puré de batata e cenoura. Tudo biológico plantado como muito amor e carinho pelo avô.
Como já esperava ao início estranhou bastante, mas ao mesmo tempo havia curiosidade em provar algo diferente e novo. Correu muito bem para primeira vez e tem melhorado de dia para dia.
A irmã também começou com a sopa mas um pouco mais tarde, apenas aos 6 meses, mas desta vez tivemos que antecipar a introdução dos sólidos. Nenhum bebé é igual, mesmo sendo irmãos e esta é a prova disso, a M. com 4 meses já tem o mesmo peso que a irmã tinha aos 8 meses.

31 de agosto de 2017

Figos


Figos biológicos do quintal do meu pai, os melhores figos dos últimos anos, muito bons e do tamanho de maçãs, ENORMES! Adoro figos mas não consigo comer com a pele, tenho que descascá-los sempre, e a minha mãe é igual! Com a pele só mesmo os figos secos, mas estes nunca chegam a essa fase!

21 de agosto de 2017

Tarte merengada de limão


Esta é a versão rápida desta tarte, pois usei massa quebrada já feita. Torna-se bem mais rápido e fica muito bom. Num instante se faz uma bela tarte que é uma sobremesa deliciosa.
É a minha tarte preferida, adoro limão e com o merengue fica fantástico!
Aqui fica a receita:

ingredientes {1 embalagem de massa quebrada (ou 200 gr de bolacha maria + 80 gr de manteiga amolecida); 5 ovos; 3 limões grandes (raspa de 1 limão e sumo dos 3); 1 lata de leite condensado; 150 gr de açúcar;

Pré-aquecer o forno a 220 graus e começar por forrar uma forma de tarte de fundo amovível com a massa quebrada (ou juntar a bolacha moída com a manteiga amolecida e forrar o fundo da forma).
Separe as gemas das claras; reserve as claras e bata as gemas com o leite condensado; entretanto junte a esta mistura a raspa de um limão e o sumo dos 3.
Quando tudo estiver bem envolvido coloque sobre a massa quebrada (ou da base de bolacha) e leve ao forno entre 10 a 15 minutos.
Aproveite agora para bater as claras em castelo bem firme, junte o açúcar e bata novamente até formar o merengue.
Retire a tarte do forno e adicione o merengue às colheradas ou com a ajuda de um bico de pasteleiro fazendo picos a toda à volta.
Baixe a temperatura do forno para os 160 graus e leve a tarte novamente ao forno até que o merengue fique dourado.